Afap realiza ação de sustentabilidade em Mazagão Velho

Objetivo é tornar a Festa de São Tiago referência internacional de sustentabilidade, substituindo o plástico de uso único por materiais duráveis e retornáveis.


Emília Borges  
Foi o terceiro ano consecutivo que a equipe da Afap realizou a ação na Vila de Mazagão Velho, durante a Festa de São Tiago. Foto: Maksuel Martins  

Na quinta-feira, 25, dia de São Tiago, a Agência de Fomento do Amapá (Afap) realizou, na Vila de Mazagão Velho, mais uma etapa do projeto Afap Sustentabilidade, para conscientizar a respeito do lixo produzido e da adequada destinação dos resíduos, em especial o plástico.

“Há três anos realizamos esta ação neste dia, recolhendo o lixo ao final da procissão. Porém, este ano, trabalhamos a consciência ambiental dos empreendedores antes dos festejos e fizemos palestras sobre sustentabilidade e lucratividade”, explica o presidente da Afap, Francisco de Assis.

O projeto Afap Sustentabilidade apresentou como proposta para a comunidade mazaganense e aos empreendedores que trabalham na Festa de São Tiago a possibilidade de transformar o evento em referência mundial de sustentabilidade, eliminando em até três anos o uso do plástico descartável. Por meio de palestras junto aos empreendedores, foram apresentadas alternativas sustentáveis e lucrativas na hora de substituir o plástico de uso único por materiais duráveis e retornáveis. Um exemplo foi utilizar as louças de cerâmica, material já produzido na região, no lugar dos descartáveis.

“Trabalhamos toda a cadeia produtiva de Mazagão, desde o artesão, aos empreendedores que iriam vender comida e bebidas até o consumidor final”, explica Cinthya Peixe, uma das palestrantes sobre sustentabilidade.

Na festividade deste ano, os resultados da ação já começaram a ser percebidos. “Como o trabalho foi educativo, este ano percebemos a redução do lixo produzido já na procissão e, ainda, a procura da população por lixeiras para descartar seu lixo”, completou a palestrante.

A venda de copos personalizados com o tema da festa para os turistas foi uma das ideias sugeridas na palestra “Investir em Sustentabilidade: como lucrar com novas ideias”. Rony Santos, 39 anos, ocupante de uma barraca de comida na praça de alimentação montada em Mazagão Velho para a festa de São Tiago, não perdeu tempo e aderiu à proposta.

“Eu achei a palestra muito inspiradora e resolvi aderir à campanha. Precisamos reduzir o plástico e salvar o planeta”, afirmou o empreendedor. “Além de ganhar uma graninha boa”, completa, aos risos de satisfação, Santos.

Dos empreendedores que participaram das palestras, a maioria afirmou que iria fazer o possível para não utilizar o plástico de uso único, alguns disseram não ser possível para este ano, mas que já estava no planejamento de 2020, caso de Alex Borges, 45 anos, dono de uma tapiocaria.

“Este ano não foi possível, mas sabemos que é muito importante reduzir o número de resíduos plásticos que a gente joga no chão”, relatou Alex, que já possui um modelo de caneca que vai mandar fazer para os próximos anos, a fim de reduzir a produção de resíduos plásticos.

Ainda no dia 25 a equipe da Afap foi convidada para palestrar em uma escola local e fez uma blitz educativa após a procissão em homenagem a São Tiago, com faixas e placas informativas sobre os perigos do plástico para a vida na Terra, assim como o recolhimento adequado do lixo. O projeto Afap Sustentável deu o primeiro passo para transformar a Festa de São Tiago em referência mundial e colocá-la na rota do turismo sustentável. A Agência de Fomento ainda irá fazer a doação de 20 lixeiras de coleta seletiva para a vila.

A Festa de São Tiago

Tradição trazida da África no século 18, a Festa de São Tiago completa 242 anos em 2019, e acontece de 16 a 28 de julho. É realizada desde o ano de 1777 em Mazagão Velho, no município de Mazagão. Mistura rituais religiosos, cavalhada e teatro a céu aberto para contar a aparição de Tiago como um soldado anônimo que lutou bravamente ao lado do povo cristão contra os mouros e garantiu sua vitória.

É organizada e realizada pela comunidade local, através da Associação Cultural da Festa de São Tiago (ACFST), com apoio do Governo do Amapá e prefeitura local. Este ano, o Estado investiu R$ 692.738,40, repassados através de convênio celebrado entre a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a Fundação Municipal de Cultura e Turismo de Mazagão (MazagãoCult).